Pensão especial da síndrome da Talidomida

Este benefício é destinado ás pessoas nascidas depois do dia primeiro de março de 1958, portadoras da Síndrome da Talidomida. A pensão é especial, mensal, vitalícia e não pode ser transferida.

O benefício da pensão especial da síndrome da Talidomida é para pessoas nascidas depois do dia 1º de março de 1958, porque foi nesta data que teve início a venda da droga chamada Talidomida no Brasil.

Quem desejar solicitar este serviço deverá ir até uma agência do Instituto Nacional do Seguro Social e apresentar os documentos necessários: documento de identificação com foto e CPF, além de documentos que comprovem a deformidade do beneficiário e o uso de Talidomida pela mãe durante a gestação. Para poder receber o benefício, o cidadão deve ter a deformidade física decorrente do uso da Talidomida constatada pela perícia médica do INSS.

A renda mensal que o beneficiário receberá será calculada multiplicando o número total de pontos que indicam a natureza e o grau de dependência que a deformidade física necessita, pelo valor fixado em Portaria Ministerial, que cuida dos reajustamentos dos benefícios pagos pela Previdência Social.



Ficou alguma dúvida?
Em caso de dúvidas, ligue para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135.
O serviço está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília).

Precisa de uma assessoria sobre assuntos relacionados ao INSS?
Somos especializados em consultoria e assessoria previdenciária, tendo uma vasta experiência em soluções previdenciárias junto ao INSS, Regime Próprio e Previdência Privada. Saiba mais